Símbolos Oficiais do Rotary

Rotary influencia de idéias em Rotaract E-mail
Como todas as organizações, oficialmente registradas, o ROTARY também possui seus símbolos, internacionalmente reconhecidos, e com normas de procedimentos para seu uso.

O Manual de Procedimento (edição de 20047 – capítulo 17 – Emprego e Proteção das Insígnias do Rotary) discorre sobre esses símbolos e as condições de uso. As principais recomendações são:

Os símbolos são oficialmente registrados no Departamento de Marcas e Patentes do Estados Unidos da América. Esse registro proíbe a sua reprodução de forma imprópria ou pôr pessoas não autorizadas, não podendo ser modificados ou alterados, sob nenhuma circunstância, sem prévia autorização do RI.

O Distintivo é de uso exclusivo dos Rotary Clubs e dos rotarianos. É autorizado o uso nos papéis de carta do RI e dos Clubs; na bandeira oficial do Rotary; em crachás, flâmulas, decorações da convenções, conferências e encontros rotários e nos atos oficiais dos Clubs; nos marcos rotários e em placas públicas, geralmente nas entradas das cidades, onde existem os Clubs.

O Distintivo poderá também ser reproduzido em canetas, bonés, camisas, chaveiros e outros artigos de uso, desde que seja pôr empresas ou pessoas licenciadas pelo Conselho Diretor do RI, não podendo ser utilizado para fins comerciais.

Os sócios ainda poderão usar o símbolo rotário em cartões de visitas e em outros artigos de uso pessoal, desde que seja para o envio de felicitações a outras pessoas, inclusive podendo conter nesses cartões o nome de seu cônjuge. Não deve conter frase, marca, logotipo comerciais, nem mesmo a classificação do rotariano, a fim de evitar o comercial de sua atividade profissional.

Seu uso é terminantemente proibido em campanhas políticas.

Os Sócios dos Rotary Clubs não devem utilizar o emblema em seus papéis timbrados, cartões de visitas ou qualquer outro material que tenha finalidade de promover seus próprios negócios.

Também é proibido o uso do emblema do Rotary em cartões de crédito ( cartões de afinidade), pôr serem, nitidamente, cartões comerciais.

Roda Rotária

Seu primeiro desenho foi idealizado pelo rotariano Montagne Bear, do Rotary Club de Chicago, representando uma roda de trem ou, para alguns, uma roda de carroça, com traços ao seu redor para dar a impressão de movimento.

Segundo seu criador, a roda transmitiria a idéia de Civilização em Movimento. Diversos Clubs, existentes à época, usavam esse emblema.

Tendo sido considerado demasiadamente estático, a partir de 1920, esse emblema passou a sofrer algumas modificações e, finalmente, em 1922, foi deliberado pela então Associação do Rotary Internacional que todos os Rotary Clubs deveriam adotar esse símbolo, passando ser de uso exclusivo dos rotarianos.

A atual Roda Rotária foi redesenhada pôr um grupo de engenheiros, com as seguintes especificações: uma roda deengrenagem, com seis raios ou braços, 24 dentes ou projeções e um rasgo de chaveta em seu centro.

Os 24 dentes se distribuem da seguinte forma: um dente fica sobre cada um dos seis raios ou braço; e três dentes ocupam os espaços existentes entre os seis braços.

A Roda é toda dourada, existindo quatro espaços rebaixados, na cor azul real, sendo que em dois dos quais estão gravadas as palavras “Rotary “, no espaço superior e International, no espaço inferior, em letras douradas. O centro e os rasgos de chaveta são em branco.

Distintivo

O Distintivo nada mais é que a própria Roda Rotária, em tamanho miniatura, o qual se usa na lapela das vestimentas.

Esse Distintivo é de uso exclusivo dos Rotary Clubs e dos rotarianos.

O Distintivo do Rotary transmite a impressão de força em movimento, portanto do trabalho vigoroso, da energia construtiva e da perspectiva do crescimento permanente do ser humano.

Para o rotariano, demonstra o orgulho de ser um líder de sua comunidade, com a sublime missão de servir desinteressadamente aos seus semelhantes, reconhecendo o mérito de todas as ocupações úteis.

O uso desse Distintivo promoverá o crescimento do companheirismo, no seio do próprio Club ou nos encontros casuais com companheiros de outros Clubs, iniciando-se, muitas vezes, uma amizade duradoura.

Pôr fim, o Distintivo estará identificando um profissional cônscio de suas obrigações com a sociedade, que aproveita parte do seu tempo para construir relações sadias com outros povos e nações, divulgando onde quer que esteja o lema do Rotary: “dar de si antes de pensar em si”.

O Distintivo do Rotary foi impresso pela primeira vez no ano de 1931, em um selo comemorativo à realização da Convenção de Viena.

Bandeira Rotária

A atual Bandeira oficial do Rotary foi adotada em 1929, durante a Convenção de Dallas, no Texas, EUA, consistindo de um pano em fundo branco, contendo a Roda Rotária, conforme já descrita, aposta no meio do pano.

A primeira Bandeira foi hasteada no mês de janeiro de 1915, na cidade de Kansas, estado do Missouri, EUA. Em 1922, uma Bandeira do Rotary foi hasteada no Pólo Sul, pelo Almirante Richard Byrd, sócio do Rotary Club de Winchester, Virgínia, EUA. Quatro anos depois esse mesmo almirante hasteou a Bandeira Rotária no Pólo Norte.

Aos Rotary Clubs é facultado colocar as palavras Rotary Club em letras grandes, na cor azul, no pano branco, acima da Roda Rotária, e na parte inferior da Roda o nome do Club, a província ou município e a sigla do Estado e País.

A bandeira do Rotary foi levada ao espaço, pela primeira vez, pelo astronauta Frank Borman, sócio do Club do Centro Espacial de Houston.

Sino e Malhete

Embora não apresentem os destaques, nem a notoriedade como a Roda Rotária, o Distintivo e a Bandeira, o sino eo malhete também são símbolos rotários.

O Sino representa a disciplina e a ordem que deve dominar o ambiente das reuniões, principalmente quanto à atenção que deve ser dispensada pelos rotarianos, quando das instruções rotárias, das palestras proferidas e das informações do protocolo e do secretário, além das informações transmitidas pelo presidente.

Ele marca o tempo e o trabalho. O primeiro toque do Sino ocorre para informar o início da reunião rotária, quando todos os presentes deverão ficar de pé. Idêntico procedimento acontece para representar o final da reunião e a saudação ao Pavilhão Nacional.

O Malhete simboliza a autoridade para com o rotáriano que estives investido do cargo maior, na hierarquia do Rotary, a exemplo do que ocorre nas reuniões maiores do poder judiciário, quando o juiz, através do malhete, faz lembrar aos presentes a sua autoridade máxima.

Quando da transmissão do cargo, o presidente que está concluindo seu mandato, executa a última batida do malhete no Sino e, imediatamente, entrega o malhete ao Presidente que está tomando posse, simbolizando a transferência da autoridade que até então estava investido.

Sua história:
Em 1922, realizou-se entre os clubes dos Estados Unidos um grande concurso de freqüência, combinando-se que o clube perdedor daria o prêmio ao clube vencedor. Venceu o Rotary Club de Nova York e a ele foi dado como prêmio o sino de um navio patrulheiro, colocado numa base de madeira procedente do navio VITÓRIA, capitânea da esquadra do Almirante Nelson, na Batalha de Trafalgar. Desde então o sino, nas reuniões do Rotary, passou a representar – como nos navios – a ordem e a disciplina.

Extraido do Livro: Noções Rotárias
de Jaime de Moura Ferreira
R.C. Lauro de Freitas – Distrito 4550

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.